Sustentabilidade

Oficinas culturais como palco de transformação social

Instituto AES e AES Tietê promovem projeto que beneficiará crianças e jovens em cinco municípios de São Paulo

A+ A-
  • E.E. Cônego Francisco Delgado Junior, Barra Bonita/SP
  • E.E. Cônego Francisco Delgado Junior, Barra Bonita/SP
  • E.E. Dom Henrique Mourão, Lins/SP
  • E.E. Dom Henrique Mourão, Lins/SP
  • EMEF Maria Lúcia Guillaunmon, Mogi Guaçu/SP
  • EMEF Maria Lúcia Guillaunmon, Mogi Guaçu/SP
  • EMEF Mariana Gonçalves Dias, Barra Bonita/SP
  • EMEF Mariana Gonçalves Dias, Barra Bonita/SP
  • EMEB Stella Maris Barbosa Catalano, São José do Rio Pardo/SP
  • EMEB Stella Maris Barbosa Catalano, São José do Rio Pardo/SP
  • EMEF Walter Gomes Juste, Caconde/SP
  • EMEF Walter Gomes Juste, Caconde/SP
  • EMEB Zélia Maria Zanetti, São José do Rio Pardo
  • EMEB Zélia Maria Zanetti, São José do Rio Pardo

Promover ações de formação do cidadão integra um dos pilares do Instituto AES, que vê na inovação e nos investimentos sociais possibilidades reais de mudança da sociedade. Nesse cenário, o público infantojuvenil merece especial atenção.

O Palco, iniciativa do Polo Cultural, é um dos projetos apoiados pelo Instituto AES e pela AES Tietê. Tem como objetivo despertar nas crianças e jovens o sentimento de pertencimento e de transformação da própria realidade, por meio de atividades artístico-culturais. 

Ao longo do ano, alunos da rede pública de ensino participarão de oficinas de dança, teatro, música e street dance. As atividades serão realizadas em escolas municipais de Barra Bonita, Caconde, Lins, Mogi Guaçu e São José do Rio Pardo, localizadas no entorno das usinas da AES Tietê. 

Nos dias 03, 04 e 05 de maio fizemos o lançamento oficial do projeto, que contou com a presença de prefeitos, vice-prefeitos, secretários de cultura e educação, diretores e professores das escolas das regiões.

Adaptação das salas
A preocupação com o bem estar dos alunos também passa pelo cuidado com os ambientes em que serão realizadas as oficinas. Para tornar os encontros ainda mais atrativos para a garotada, os espaços passaram por uma verdadeira transformação. Além da reorganização dos materiais, as salas ganharam nova pintura e novos aparelhos de apoio.

Confira acima as fotos da inauguração e das adaptções realizadas.

Oficinas culturais e alunos no palco
As oficinas são realizadas no período de contraturno escolar. E tem mais: atores, dançarinos e músicos irão até as escolas contar aos alunos um pouco das experiências vivenciadas em suas profissões.

Ao final do projeto, os estudantes se apresentarão para a comunidade em um espetáculo que será realizado em espaços públicos das cidades contempladas. 

“Quando arte e cultura são inseridos no cotidiano de crianças e jovens há um fortalecimento da autoestima e da cidadania. E nós, do Instituto AES, temos esse compromisso, de levar desenvolvimento social nas comunidades em que atuamos”, reforça Renata Costa, gestora do projeto pelo Instituto AES. 

Esse projeto é viabilizado por meio da Lei Rouanet de Incentivo à Cultura, do Ministério da Cultura, e promovido pelo Instituto AES e AES Tietê.

 

Notícias relacionadas

Houve um problema no envio da mensagem.
Por favor, tente novamente.