Sustentabilidade

Educação para a sustentabilidade

ODS 4 – Educação de Qualidade

Projetos do Instituto AES impulsionam a transformação social

A+ A-
  • Alunos participantes do projeto AES Eletropaulo nas Escolas
  • Professora e alunos participantes do projeto AES Eletropaulo nas Escolas
  • Crianças do Centro Educacional Infantil Luz e Lápis
  • Crianças do Centro Educacional Infantil Luz e Lápis

Educação não transforma o mundo. Educação muda as pessoas. Pessoas transformam o mundo”, já dizia o educador Paulo Freire. E é o acesso a uma educação inclusiva, equitativa e de qualidade, que o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 4 trata, uma das metas que compõem a Agenda 2030 da ONU.

No Instituto AES, trabalhamos com projetos que promovem a formação do cidadão. Queremos despertar valores, como cidadania, criatividade, pertencimento, para que crianças e jovens estabeleçam uma nova forma, eficiente e segura, de se relacionar com a energia e com os demais temas do desenvolvimento sustentável. 

Educação para o consumo consciente

Um dos projetos é o AES Eletropaulo nas Escolas, pensado para atuar como transformador social, ao investir na formação de cidadãos mais conscientes. Realizado em parceria com as Secretarias de Educação Municipais e Estadual, em diversas cidades do estado de São Paulo, o projeto qualifica professores de escolas públicas para educar e engajar os alunos em atividades sobre o consumo seguro e eficiente de energia elétrica e água. Os educadores e os alunos participantes recebem um material didático com sugestões de atividades para realizar em sala de aula e que contribuem para envolver outros estudantes e professores nas escolas.

 Crianças e adolescentes são convidados para serem os protagonistas do projeto, por meio do Núcleo de Ação para a Eficiência Energética (NAEE). Nesses núcleos, os alunos contribuem para orientar e engajar os demais colegas para o uso seguro e consciente de energia elétrica, água e demais recursos naturais.

Os depoimentos dos participantes são os melhores reconhecimentos ao projeto. “Nós percebemos a diferença que o projeto fez para os alunos, que agora cobram as outras crianças a respeito do desperdício e estão mais responsáveis. Fiquei muito feliz por eles e quero mais iniciativas como essa para nossa escola”, diz a coordenadora Ana Cristina, da EE Anne Frank.

Desde 2009, o AES Eletropaulo nas Escolas, realizado com recursos do programa de Eficiência Energética da ANEEL, já atingiu mais de 1,5 milhão de alunos e professores de 2.500 escolas.

Valorização da primeira infância

Outra iniciativa que apoiamos é o Centro Educacional Infantil Luz e Lápis (CEI). Com duas unidades localizadas na cidade de São Paulo, atende, atualmente, 234 crianças, de 1 a 6 anos de idade, em situação de vulnerabilidade social. 

Para garantir o desenvolvimento integral da primeira infância, os CEIs adotam a proposta pedagógica socioconstrutivista, que tem o objetivo de desenvolver a capacidade da criança de observar, descobrir, pensar e agir, tendo como princípios o respeito à dignidade e aos direitos das crianças; o direito ao brincar; o acesso aos bens socioculturais disponíveis; a socialização e o atendimento aos cuidados essenciais. 

Luiz Eduardo Rielli, Gerente de Sustentabilidade da AES Brasil e Diretor Executivo do Instituto AES, ressalta “Entendemos que, ao investir em projetos que tragam ensinamentos teóricos e práticos para a vida dessas crianças e jovens, fortalecemos o exercício pleno da cidadania e contribuímos para uma sociedade mais justa e com hábitos de vida mais sustentáveis”.

Notícias relacionadas

Educação para a sustentabilidade

Energia que gera conhecimento

Confira as ações de formação do projeto AES Eletropaulo nas Escolas

Educação para a sustentabilidade

Escolas e professores se mobilizam por um objet...

Muita energia envolvida nas capacitações do projeto AES Eletropaulo nas Escolas

Educação para a sustentabilidade

Um setor e uma companhia em plena transformação

AES participou do evento Líder 2030 Talks para discutir a relevância da sustentabilidade nos negócios...

Houve um problema no envio da mensagem.
Por favor, tente novamente.